sexta-feira, 24 de fevereiro de 2006

O Clube do Imperador

Há dias trouxe este filme para ver e fiquei agradavelmente surpreendida.
O professor (personagem principal) fez uma reflexão, no fim do filme, que me deixou a pensar. É mesmo assim. Por vezes também eu fico tão obcecada e me martirizo por não 'conseguir chegar' a determinado alun@ que me esqueço que posso ter feito alguma diferença na vida de um dos outros que semanalmente 'me passam pelas mãos'.
É um pensamento que dá algum alento para aqueles dias em que não me faz muito sentido 'estar ali'.
Dizia ele, relativamente a um incorrigível: "O mérito de uma vida não se avalia por um fracasso ou por um êxito isolado. Os meus outros alunos ensinaram-me isso. Por muitos tropeções que dêmos, o fardo de um professor é sempre esperar que o ensino consiga modificar o carácter de um 'rapaz', e assim, o destino de um homem".
Gostei.
:)

4 Sementes:

Virgulina 11:27 da tarde  

Não conheço este filme, parece interessante!

Witchie 1:55 da tarde  

Eu não gostei muito... Pareceu-me uma espécie de "Clube dos Poetas Mortos" parte II, sem grande sucesso. Compreendo que te tenha tocado e porquê, mas como filme não me convenceu.

PA 3:12 da tarde  

Tens razão bruxinha, eu não achei o filme mau de todo mas tb não o achei assim uma graaaaande coisa. O que gostei mesmo foram destas reflexões finais.
:)

fantasma 12:15 da tarde  

:o)

Counter

  © Blogger template 'Personal Blog' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP