sábado, 29 de abril de 2006

On the edge...

Ando outra vez 'à beirinha'...
À beirinha do limite da sanidade mental, à beirinha do limite do esgotamento físico. Tão à beira que tenho dias em que a 'linha' me parece tão fina e tão fácil de transpôr que nem sei se estou do 'lado de lá' ou ainda 'do lado de cá'.
Queria fazer tanto mais e não consigo.
Mas porque é que os dias só têm 24 horas e nós precisamos de dormir!? Não existem comprimidos que substituam as horas de sono, não?
A casa continua a ser melhorada (claro que já nos metemos noutra obra, se bem que esta seja de menor dimensão). Os miúdos (felizmente) são saudáveis, comem e dormem bem. A horta continua a crescer e para a semana já começamos a comer alfaces nossas, sem adubos químicos ou pesticidas. A escola tem corrido lindamente (consegui dar a volta às minhas 'turmas-maravilha' e os miúdos além de motivados e interessados têm desenvolvido trabalhos com piada) .
No meio disto tudo ando eu...
Eu, que queria ler mais, fazer mais coisas destas e destas, andar mais a pé, andar mais de bicicleta com os miúdos (ter outro filho, até), estar mais tempo com as amigas, com a minha mãe, passear mais, tirar mais fotografias, ter a casa sempre em ordem, as aulas (e as outras actividades em que me meto) sempre em dia.
Eu, que continuo a passar o dia a correr dum lado para o outro, com tantas coisas por fazer, sempre com a sensação de 'tarefa-não-cumprida' e com tão pouco tempo para mim...
Well, não liguem muito, isto foi só um desabafo de quem esteve aqui a trabalhar até às 4 da manhã.

7 Sementes:

Elsita 10:49 da manhã  

Um abraço, que te dê forças para saíres dessa linha e voltares à alegria completa, amiga!
Bjinhos

syrin 12:07 da tarde  

Força.
pode ser que inventem um dias uns comprimidos super-mãe, que eliminem as horas de sono!
:)

PS - As coisas em vidro estão lindas! :)

Virgulina 11:49 da tarde  

Amiga, muito já fazes tu, admiro a tua força de vontade e a tua energia! Muitas vezes dou por mim a pensar, como é que a C. consegue?, é que não consigo fazer nem metade daquilo que tu fazes. Por acaso dás-te conta que a maior parte das pessoas não é a super-mãe e super-mulher que tu és?
Um abraço cheio de energia e imensos beijinhos!

PA 1:50 da tarde  

Que exagero, Amiga.
Faço o mesmo que todas as mãe fazem... o possível.

aos meus olhos 4:31 da tarde  

Por mais que queiramos nunca fazemos tudo o que desejaríamos. Estou numa fase dessas, mas acho que esperei mto pelos dias "grandes" de calor pq temos a sensação de que dá para fazer tudo. Infelizmente n é bem assim... Mas dias melhores virão.. (No máximo eu procuro o meu médico e começo a tratar de mim)

obs: adorei as peças em vidro são o máximo...

Bjitos

Loca 3:31 da manhã  

Ui, sai lá dessa, não é fácil, eu sei... Ultimamente tenho andado tb muito lamechas por não conseguir fazer tudo aquilo que quero, chego a pensar que com o aumento das horas de Sol, diminuiram as horas do dia.
Mil Bêjos

fantasma 3:04 da tarde  

A lamentar-me ando sempre eu que o tempo não chega para nada e não tenho 1 décimo das tuas "actividades". Sabes lá a inveja que causas aqui em quem tem muito menos energia que tu!!
Vá lá, toca a animar, e essa do trabalho até às 4 da manhã tá lá caladita porque foi para dar graxa ao senhor padre.... ;op

Jinhos grandes!!!

Counter

  © Blogger template 'Personal Blog' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP