quinta-feira, 26 de outubro de 2006

Relações +/- superficiais

Fico chateada, mesmo chateada quando as pessoas me desapontam.
Sou menos inocente e menos naïf do que muita gente me cataloga e, à conta disso, faço muitas aprendizagens que me permitem separar o 'trigo do joio', trazer para a minha vida quem realmente me interessa e deixar os outros na prateleira dos desconhecido ou dos 'conhecidos do olá estás bom' (sem ponto de interrogação porque a resposta é tão relevante como a pergunta).
Tendencialmente, salvo algumas excepções em que me divirto com duas ou três amigas muito próximas a 'fazer tricô' (esporadicamente e só para libertar a pressão) tento nunca pensar (e menos ainda verbalizar) mal 'do próximo'. É claro que dou comigo a fazer julgamentos que depois não partilho com ninguém. A perfeição mora aqui ao lado e 'quem de vós estiver sem pecado'... Nem sempre a gente consegue de deixar de pensar mal, eu muito menos (eu disse 'tendencialmente'não disse? eu avisei...).
Por vezes deparo-me com situações que, posteriormente às minhas primeiras impressões, me deixam triste. É a vidinha. O que vale é que a extinção das espécies é cíclica... lol (esta era para desanuviar)
Não perceberam nada, pois não?
Não interessa, eu só precisava mesmo de dizer isto assim, desta forma, pois não são conversas que se possam ter (com toda a gente, pelo menos)...
Ah, e desculpem eu usar tantas aspas e tantas reticências (é um belo truque, eu digo o que quero e vocês ficam na mesma). Já me disseram que eu escrevo como falo, o que nem sempre quererá dizer boa coisa.
Aquele tubarão ali sou eu... Cheia de vontade de 'morder' e irritada porque nem sequer 'posso' abanar o rabo com a força que me apetecia ou ficava sem água. Ou posso?

Eu avisei quanto às aspas, aos subentendidos e às reticências.
Olha, vão ler o blog seguinte...

6 Sementes:

fantasma 2:48 da tarde  

Oh, diz lá de quem queres dizer mal, vá lá, que eu não conto a ninguém!!! :op
Percebo-te bem, amiga, às vezes é mesmo de ficar tubarão, mas assim fechadinho no aquário... (adorei a foto). Mas deixa lá isso que não vale a pena chateares-te.

Patrícia 3:05 da tarde  

compreendi-te...ou então não;)

syrin 4:57 da tarde  

Tb detesto qd as pessoas me desiludem, e deixa-me imensamente triste. Mas parece que com o tempo deixamos de ser tão crédulos... sigh
[[[PA]]]

aos meus olhos 6:58 da tarde  
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
aos meus olhos 7:00 da tarde  

É por isso mesmo que tenho apenas conversas de circunstância com toda a gente. Amigos, um ou outro e para os quais (pela vida a correr e as crianças), nunca temos tempo suficiente. Sempre fui assim, desde miúda. Dizem que sou estranha, no entanto é apenas um sexto setido a funcionar e quase nunca me engano na primeira impressão que tenho das pessoas.
Deixa passar e pensa que não valem o tempo que perdes a pensar nelas...
ana

(O comentário anterior foi removido por mim, tinha uma calinada)

Loca 1:52 da tarde  

Também posso ser tubarão??

Counter

  © Blogger template 'Personal Blog' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP