quarta-feira, 25 de outubro de 2006

Life is real

Os meus alunos novos…
Cada um tão diferente do outro e todos a querem falar e gritar por atenção, por socorro.
Caras novas. Meninos novos. Novas histórias de vida.
Tanta desgraça junta que os conselhos de turma, não tarda, também se tornam em rios de lágrimas.
Como a V. de quem a mãe não quer saber e se porta tão mal na escola que ninguém se chega a ela. Ou a A., de 13 anos, que nasceu com um fígado tão grande e um coração tão pequenino que aguarda há anos por uma cirurgia e entretanto está presa num corpinho de 8 anos. Ou o C. que não ouve dum ouvido ‘graças’ a maus tratos. Ou o S. que perdeu o pai há ano e meio e abre os olhos e faz cara de zangado só para não desatar a chorar. Ou a R. que sofre de Talassemia. Ou a T. que tem Síndrome de Turner.
Como se adolescência não bastasse…
Como se fosse possível dizer ‘aquela turma é impossível de aturar’ e seguir em frente como se não ‘nos tocassem’…

3 Sementes:

fantasma 11:44 da manhã  

:( Eu não conseguia lidar com isso todos os dias. Admiro-te.
Bjos grandes e cheios de força.

PA 12:39 da tarde  

Conseguias pois. 'Isso' é o que me faz lá ir todos os dias.
:)

Anónimo 2:44 da tarde  

Eu agora também acho que teria dificuldades em lidar com isso todos os dias.
É preciso ter estofo para lidar com o mundo real.

Counter

  © Blogger template 'Personal Blog' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP