terça-feira, 19 de setembro de 2006

First day.

O primeiro dia correu lindamente.
O M ia muito entusiasmado para a escola, de mão dada com a mãe e fazer planos para no 3º ano já ir sozinho e no 4º levar a mana pela mão.
À hora de almoço o pai foi buscá-lo enquanto a mãe acabava o almoço. Seguiram-se os trabalhinhos de casa. Poucos para primeiro dia (duas vezes o nome completo e os números até 50). Um bocadinho de desenhos animados e uma saída com a mãe às compras. Foi um dia nosso.
Estar desempregada é um peso. Um peso para os contribuintes, um peso para o estado, um peso para o país.
Não faço tenção de me encostar 'à sombra da bananeira' mas o que é certo é que o estado também se esteve pouco borrifando para o que eu andei a fazer nos últimos 8 anos e se fiz alguma diferença ou não.
Se agora posso fazer alguma 'diferença maior' e na vida dos meus filhos, na vida da minha família, então azar (temos pena) mas não me vou enfiar no primeiro emprego que aparecer só para deixar de ser um peso para o Estado...

1 Sementes:

Mãe Babada 10:59 da manhã  

Mas tu costumas sempre encontrar colocação mais tarde. Este ano não há essa possibilidade?

Counter

  © Blogger template 'Personal Blog' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP