terça-feira, 30 de maio de 2006

Elvira

(Post completamente dedicado à Senhora Voadora)

A Elvira é uma osga grande e gorda que vive no nosso jardim.
É tão grande e tão gorda que o L diz que parece uma sardinha...
Avistada esporadicamente, só há cerca de 3 anos é que comecei a perceber que era sempre a mesma.
De Inverno não dou com ela mas, a partir desta altura, tem um percurso perfeitamente delineado e pode ser encontrada nos mesmos locais.
Não gosta que eu regue a sebe e muito menos que a molhe. Aos primeiros pingos de água desata numa correria em direcção ao telhado da garagem onde se refugia ou por onde passa para as traseiras para se ir esconder debaixo do grelhador ou da lenha.
Menina (*cof cof*) de cidade como sou fiquei horrorizada quando para aqui vim e me deparei com tanta vida selvagem. Os pássaros, borboletas, caracóis, bichos de conta suportam-se com facilidade mas foi só com algum esforço (de mentalização, leia-se) que passei a tolerar as lesmas e as osgas. Às lagartixas, no entanto, acho-lhes graça, parecem umas malucas esgazeadas a fugir à nossa frente e os miúdos também acham piada acompanharem-lhes o crescimento pois começamos a avistá-las com 2 ou 3 centímetros de tamanho.
Temos uma coabitação saudável, eu e estas criaturas. À excepção dos caracóis e dos bichos de conta que entram em casa nos bolsos dos miúdos (ou na boca... quando eles eram pequenos) todos os outros sabem bem que da soleira da porta não passam, sob pena de morte. O jardim, território deles por excelência, é partilhado civilizadamente. Sobretudo com a Elvira, somos muito civilizadas as duas... ela chega e eu parto...
Ora para meu espanto, hoje descobri que a Elvira tem descendência. A regar a sebe lá dei de caras com a Raquel (não foi bem de caras porque, tal como a mãe, desatou a fugir à frente do jorro de água)...
Fica aqui, para a posteridade, a fugir pelo muro, utilizando exactamente o mesmo percurso da progenitora, para ser avistada horas mais tarde debaixo do grelhador.
Espero que receba as adequadas coordenadas da mãe e que seja uma menina cumpridora e bem comportada já que, porta adentro, não terá salvação.
Vou passar o Verão atrás delas para satisfazer a curiosidade da minha Amiga. Pode ser que apanhe a dona Elvira a jeito e aí sim, vocês verão o que é uma Senhora osga!


21 Sementes:

fantasma 5:13 da tarde  

LOLLLLLLLLLLLL!
Elvira!? Raquel?!
:o]

Virgulina 5:15 da tarde  

LOLOLOLOLOLOL!
Ca nojo, ainda se dão ao trabalho de lhes dar nomes! Eu lagartixas gosto, agora osgas nem vê-las, tinha de sair de casa bem armada se tivesse uma no jardim.

syrin 5:19 da tarde  

LOL
Osgas só as via no algarve. :P

fantasma 5:22 da tarde  

Já sei o que te vou dar nos anos, ó Voadora!!! ;op

fantasma 5:26 da tarde  

Ai, foto, c'a noooooojo!!!!!!!!
È enorme! E essa é a filha? Nem quero saber da mãe ;oS

Virgulina 5:27 da tarde  

Xiu D. Fantasminha ou também lhe ofereço algum aracnídeo ou algo parecido nos anos! :op

R2K 5:43 da tarde  

: )

fantasma 6:03 da tarde  

Mau!!!!!!
;op

Patrícia 6:17 da tarde  

As osgas têm um aspecto mesmo nojento!!!
Olha que eu sempre morei perto delas, até já dormi numa casa em espanha com uma no tecto, mas continuo a achá-las nojentas!
É bicho peçonhento!

gata 7:44 da tarde  

que noooojoooo!!!!! eu gosto de animaizinhos mas gatos e cães, e,... e...! sou mesmo feita p morar no meio de uma selva - mas urbana...

Escalla 8:46 da manhã  

lol
nota-se que isso é casa que não tem gato ou cão!
Eu na minha antiga casa era sujeita a todo o tipo de bichos, um dia chegou a gata e estranhamente desapareceu tudo...
As osgas no entanto a gata mantém-se longe delas, mas normalmente não sobrevivem aos meus vizinhos (a minha vizinha perante a visão de uma desata aos berros e o meu vizinho tem de dormir á noite por isso...)

Virgulina 12:06 da tarde  

Agora que tive tempo para pensar, e já que o post é dedicado a mim, acho que deveria ser eu a dar nome à osga pequenina. Posso? Posso?
Se fosse eu baptizava-a de Teresa. Achas bem? :op

syrin 1:19 da tarde  

Desculpe lá, dona virgulina.
Que nome quer dar à osga, mesmo?
ai, ai, ai... vamos lá a ver as conversas...

PA 2:22 da tarde  

*gulp*
Eu tinha pensado numa descendência mais 'tradicional' tipo Aurora, Violeta, ou coisa do género mas esse fica sempre bem...

Virgulina 2:23 da tarde  

Eu dou o nome que me apetecer. Aiiiiiiiiiii! :op
Que tal Teresa Maria?

PA 2:36 da tarde  

Maria não! Esse é um exclusivo meu!
Dou o nome Maria a todos os meus filhos... mais houvessem...

Virgulina 2:43 da tarde  

E não me digas que a Teresinha Maria não é como se fosse tua filha? :op

PA 3:07 da tarde  

*gulp*
Sem comentários.
Os meus próximos filhos já têm nome. Nenhum inclui o Teresa...

Sofia Cavaco 4:39 da tarde  

q nojo!!!!!!! :s
odeio todo e qualquer tipo de reptil!
só d m lembrar d 1 vez q cheguei a casa na aldeia e tinha 1 osga la dentro.... desatei aos berros e a fugir!!!! era ver quem me apanhava.....

syrin 9:08 da tarde  

Ah pronto, se leva Maria no nome já n me importo.
Cá por estas bandas não há Marias, não senhora.

robbinshood 9:57 da manhã  

I love your website. It has a lot of great pictures and is very informative.
»

Counter

  © Blogger template 'Personal Blog' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP