quinta-feira, 4 de junho de 2009

Found!




Encontrei o que queria. Não sendo uma coisa muito vulgar de se encontrar para cozinha há que adaptar umas ideias do que habitualmente se usa em salas. Mas pronto, é mais ou menos isto o que queremos.
A única coisa que ficará fixa será o fogão (por causa do exaustor), a bancada e a máquina da loiça (por causa da canalização). Tudo o resto mudará de sítio a nosso bel prazer: móveis, mesa, quadros, prateleiras. Como queríamos.
Estes louceiros encontrámo-los em Paúla (Cabanas de Torres), perto de Alenquer, na MontejuntoLar. Perto, portanto, como eu desejava. Sem ideias muito definidas eu procurava sobretudo modelos. Se, por acaso, mudar de ideias e desejar ir ao Norte já tenho, nestes, um ponto de partida para mostrar o que quero. Só a mesa e as cadeiras é que estão em dúvida mas esse será um problema mais fácil de resolver posteriormente.
Ah, os móveis não serão brancos. Também não gostamos em branco mas aqueles fabricantes fazem-nos como quizermos. Serão, no entanto, claros já que outra coisa que não vai muito connosco é móveis de cozinha escuros. Nada de mognos ou de pinhos escurecidos/envelhecidos com patines ou bondexes esquisitos. Carvalho ou Castanho, tanto faz desde que sejam claros. Basta um verniz transparente resistente (que para mal dos meus pecados terá, desta vez, de ser brilhante já que são muito mais resistentes que os mates, sem brilho, que preferimos).
A cozinha é o sítio da casa onde passamos a maior parte do tempo (quando não estamos a dormir! lol). Cozinhamos, comemos (só quando somos mais de 8 é que vamos para a sala), trabalhamos na mesa (nós, os miúdos, os amigos dos miúdos). A maioria dos nossos amigos é para lá que se dirige quando entra na nossa casa e é à mesa que ficamos quando acabamos as refeições.
A nossa cozinha recebe a luz do nascer do sol e é muito soalheira de manhã. Simplesmente não podemos "estragar", com móveis escuros, a sensação de "entrar num dia novo', quando nela entramos pela manhã!
É ela que está fresca da parte da tarde, quando o sol 'dá a volta' para a sala, na parte da frente da casa. É ela que faz a comunicação com o 'verde' do pátio onde jantamos no Verão. É ela que transmite a calma paisagem do impluvium traseiro...
A cozinha é o epicentro dos nossos dias em casa.
Agora só falta começar a partir tudo!!!
:P

5 Sementes:

Ana O. 12:13 da tarde  

Confesso que estou curiosa para ver como vai ficar o resultado final. Não fazem muito o meu género os móveis, mas talvez vendo ao vivo e com uma boa decoração até fiquem giros. Fico à espera de fotos! ;-)

fantasma 12:30 da tarde  

Estou como a Ana, não são o meu género mas acho-os engraçados. Mas, para mim, este género só em branco.
Agora o partir tudo... vocês não páram, realmente!! ;o)
Depois quero ver!

WOLKENGEDANKEN 3:29 da tarde  

Ah, gosto muito,é o estilo tradicional Europa Central e Escandinavia, feito como tu dizes pelas cocinhas com espaco que sao o centro da vida em casa e nao para estas "aberacoes arquitectonicas" que foram as cocinhas dos anos 60,70 até 80 que eram tao pequenas que era impossivel usa-las como centro de comunicacao da casa

Muito prazer com a nova cocinha :))

Maria Nunes 7:50 da tarde  

uau!
exactamente o estilo que eu gosto!!
cozinhas "à antiga" :-D

Pedro Lopes 8:01 da manhã  

depois do partir tudo
(e da paciência que implica)
o viver tudo
(com o gozo que vem)
:-)

curiosidade: o verniz deixa respirar a madeira? tenho uma bancada em carvalho, sem verniz, mas com tratamento anti-humidade com um óleo natural, comprado no AKI; e no outro dia um amigo falou-me de um verniz próprio, marítimo?, marinho? qq coisa a ver com a marinha e que tb é de aplicar nos cascos dos navios... mas uma bancada não é um casco de navio, e o óleo do AKI é próprio para entrar em contacto com os alimentos, dizem eles que não é tóxico, que é totalmente natural

Counter

  © Blogger template 'Personal Blog' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP