terça-feira, 3 de julho de 2007

The 7 random thing meme

A Fflloorr nomeou-me há algum tempo para este Meme mas, sinceramente, nunca sei o que hei-de escrever. Resolvi começar e experimentar a ver no que dá em vez de me pôr a pensar muito no assunto...

Regras: Cada pessoa escreve sete factos casuais sobre a sua vida. Depois passa o desafio a outras, deixando um comentário no seu blogue para que essa pessoa saiba que foi desafiada.


1. Sou uma pessoa que suporta bem uma cadência irregular de sono. "Desregulei o sistema" no 12º ano quando fui confrontada com uma média alta para entrar na faculdade e nunca mais me recompus. Ir ou não à cama por uma noite é-me completamente igual, acreditem ou não, e nem por isso fico muito chata de aturar no dia seguinte.
2. Tenho muita necessidade de ter tempo para mim. Especialmente, em contacto com a Natureza. Isso não significa que seja alérgica a pessoas (ou que seja altamente ecológica), eu acho que é mesmo só uma ligação especial com os elementos já que ficar dentro de casa não 'funciona' da mesma maneira. Umas horas de isolamento com um livro (desde que seja numa esplanada de praia) ou umas horas sentada num penhasco qualquer ao pé do mar vão servindo mas, dias há, que me apetecia começar a andar pela Serra da Arrábida fora e não ter de pensar 'está na hora de voltar para trás'.
3. Gosto imenso de ler. Em miúda, como tinha algum receio de ficar sozinha em casa, passava as tardes dos longos verões a ler para o tempo passar mais depressa até às 18h, hora de chegada dos pais... Comecei pela Enid Blyton e li tudo o que havia para ler em casa. Dos clássicos (Ivanhoe, Conde de Monte Cristo, Mosqueteiros, etc) aos clássicos (Hemingway, Maugham, Dostoievsky, etc) marchou tudo. Hoje em dia não teria paciência para ler alguns desses livros e sou mais selectiva. Sou, por exemplo, incapaz de pegar num livro de poesia, num de auto-ajuda e tenho alguma compatibilidade com as 'indianices'...
Tomei contacto com um site de partilha e troca de livros (BookCrossing) há 4 anos atrás e tenho conhecido pessoas, escritores e livros fantásticos desde então. É bom podermos falar com quem partilha os nossos gostos e nos fomenta a curiosidade.
4. Comecei a namorar com o meu marido, andávamos no 2º ano da faculdade. Estamos juntos desde então (Novembro de 1989) e isso faz-me sentir que o tempo não passou por nós. Continuamos a brincar e a rir como há 18 anos atrás e, sinceramente (e apesar de já termos dois filhos), não consigo olhar para mim como uma mulher à beirinha dos 40. O corpo contradiz-me todos os dias mas a cabeça continua a dizer-me que só tenho 20 anos...
5. O que faço profissionalmente não foi a minha primeira escolha. Tornei-me professora por opção depois de ter o meu primeiro filho. Gosto do que faço, adoro as crianças com que contacto mas é uma actividade que não me satisfaz completamente. O que eu gostava mesmo era de trabalhar no ramo de hotelaria em termos de gestão ou ter uma creche, por exemplo e, também, ter tempo de sobra para pintar e fazer arraiolos.
6. Fiz ginástica de competição (Trampolins) durante quase dez anos no Sporting (só porque era o clube que ficava mais perto de casa...) com treinos de 3 horas, 6 dias por semana e fins de semana constantemente ocupados. Agradeço aos meus pais a paciência que tiveram em andar atrás de mim durante todo esse tempo (o meu próprio pai era um entusiásta já que, também ele, foi praticante que Ginástica Desportiva Masculina no Lisboa Ginásio Clube).
Desisti quando entrei na faculdade por não conseguir disponibilizar tantas horas por dia para treinar e mudei-me para uma classe de Ginástica de Representação, muito conhecida na altura, e que 'só' treinava 3 vezes por semana. Ainda hoje tenho saudades da intensidade física da prática desportiva e sou espectadora assídua dos blocos de ginástica, aquando das transmissões dos Jogos Olímpicos. Ultimamente, por levar os miúdos à natação e ao karaté ando com vontade de voltar a fazer qualquer coisa...
7. Tenho um feitio lixado de aturar. Estou quase sempre disponível para os outros mas dificilmente falo de mim própria e sou muito faltada de paciência. Acho que a maneira como eu acho que as coisas devem ser feitas é que é a certa e delego as tarefas com dificuldade o que, em certas alturas, me faz andar de tal maneira sobrecarregada que ainda fico pior de aturar. É um ciclo que tenho de combater pois quem 'apanha por tabela' são sempre 'os de cá de casa'... De qualquer forma sou uma pessoa pacífica, muito emotiva, que chora e ri com muita facilidade e que gosto de estar constantemente a brincar (o que nem sempre é bem entendido...).
7a. Sou das pessoas mais gulosas que conheço e tenho a sorte de ser muito saudável. Tenho a tensão muito baixa e nada de colestrol ou açúcares perigosos. Era bem capaz de trocar um ou outro almoço apenas pelas sobremesas por isso podem ver... O meu peso anda sempre para cima e para baixo (mais para cima, claro) e tenho, por isso, muita dificuldade em fazer dieta. Além do mais detesto beber água... o que poderia ajudar...

Afinal nem custou muito responder a este meme. Assim que se começa a escrever lembramo-nos sempre de mais coisas... já ia lançada no 10...


Passo agora o desafio a quem lhe apetecer responder.

7 Sementes:

Ana 7:03 da tarde  

E estavas tu com dificuldade em saber o que escrever!
Eu também preciso de tempo sozinha comigo mesma de vez em quando, mas pode ser em casa, desde que não me chateiem a cabeça.
E essa de seres a pessoa mais gulosa que conheces é mentira, eu sou de certeza bem mais gulosa! :-P

fantasma 5:59 da tarde  

Gostas de ler?! Naaaaaaaaaa! :oP
Tempo sozinha, sim, também "voto" nessa....

patxocas 5:39 da tarde  

Identifico-me contigo na 2. e na 7. e quiça na 3.
. :)

mara carvalho 4:29 da tarde  

Olá, alma gémea

É de facto impressionante como podem existir pessoas que pensam, escrevem e sentem como nós.
Quando li o que escreveu sobre o que gosta de fazer, pensei:
Ainda dizem que não há coincidências!!
"Pero que las Hay, Hay..."
Subscrevo quase tudo o que escreveu, e percebi que deve ser muito parecida comigo.
Somos do tipo " What you see is what you get".
Se visitar o meu blog, não verá nada relacionado com a minha vida pessoal porque sou novata nestas artes de blogar e só publiquei até agora um poema meu no blog.

Gostei muito do seu blog e vou incluí-lo na lista de blogs a visitar

Um abraço

mara carvalho 1:55 da tarde  

Olá de novo,

Aproveito para lhe agradecer o comentário que deixou no meu espaço.
E já agor convido-a a visitá-lo de novo porque lhe deixei lá 1 desafio.

Um abraço

Tânia 1:19 da manhã  

Que engraçado, também fiz ginástica de competição (trampolins) até ao meu primeiro ano de faculdade. E desisti pelas mesmas razões que tu. Só consegui voltar a entrar num ginásio alguns anos depois (fitness) e ainda sonho muitas vezes que ando a fazer mortais pelo ar...

fantasma 3:54 da tarde  

Mas tu não escreves, melher?!?!!?

Counter

  © Blogger template 'Personal Blog' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP